Como funcionam as criptomoedas na Declaração do Imposto de Renda

É preciso declarar?

Conhecido por ser a primeira e principal criptomoeda, o Bitcoin vem se tornando cada vez mais presente no dia a dia dos investidores e certamente preocupa os contribuintes sobre o fazer com relação ao imposto de renda sobre Bitcoin.

As negociações com Bitcoin e outras criptos, todas conhecidas como “moedas virtuais” e “moedas digitais”, está se tornando uma opção de investimento.

Analisar se é ou não é um bom investimento, não é o assunto deste conteúdo.

Tenha em mente que aqui iremos analisar as questões relacionadas ao imposto de renda e as criptomoedas.

Informo que desde o início do texto, que toda vez que me referir ao Bitcoin (BTC), também me refiro a todas criptos, como Ethereum, por exemplo.

Com isso, respondi algumas perguntas, como:

  1. Tenho que declarar o Bitcoin (BTC) no imposto de renda? A partir de quanto preciso declarar?
  2. Como faço para declarar o Bitcoin no imposto de renda?
  3. Tem que pagar imposto de renda no Bitcoin?
  4. Quanto pagar de imposto de renda no Bitcoin?
  5. Como recolher o imposto de renda dos ganhos com criptomoedas
  6. Qual valor das criptomoedas deve ser declarado?

Tenho que declarar o Bitcoin (BTC) no Imposto de Renda?

A partir de quanto preciso declarar?

A Receita Federal exige a todas as pessoas que entre 01/01 e 31/12/2021, tinham valor de aquisição em valor igual ou superior a R$ 5 mil, precisam informar na Declaração de Imposto de Renda.

Vale esclarecer que o valor de aquisição se refere às compras realizadas.